Tudo que você precisa saber antes de comprar um ar-condicionado

Existem três modelos diferentes no mercado, cada um com seus benefícios

Em um país tropical, como o Brasil, é mais que necessário ter alguma forma de driblar o calor. Dentre as possibilidades, está o ar-condicionado, um aparelho que promete deixar o ambiente muito mais fresco e confortável.

Para ter um aparelho como esse, é preciso se atentar a certos cuidados, já que, a depender do modelo escolhido, será necessário alterar a estrutura do imóvel — como é o caso do ar-condicionado split inverter.

Por isso mesmo, explicaremos as diferenças entre os modelos existentes no mercado atual, além dos cuidados que você precisa ter na hora da instalação do seu aparelho de ar-condicionado.

Ar condicionado de janela x split x portátil

De modo geral, existem três modelos de ar-condicionado. O de janela é o mais tradicional e tem um preço mais em conta que o split. Sua instalação é também mais simplificada, necessitando apenas de um buraco na parede e de uma tomada ligada à rede elétrica do imóvel. 

O ar-condicionado split, por sua vez, tem como benefícios maior economia com energia elétrica (o gasto chega a ser 40% menor que o modelo de janela), é mais silencioso e consegue manter a temperatura estável por mais tempo. Porém, ele precisa de área externa para a caixa condensadora e é bem mais caro.

É interessante saber que o split é formado por duas partes: a evaporadora e a condensadora. A evaporadora é o aparelho que fica na parte de dentro do imóvel, por onde acontece o resfriamento do ambiente, já a condensadora é uma caixa que fica do lado de fora, cuja função é realizar a troca de calor do ar.

O ar-condicionado portátil tem como principal vantagem a mobilidade (podendo ser carregado para diferentes cômodos da casa, por ser de rodinhas), além de dispensar perfurações na parede. 

Qual é o melhor modelo de ar-condicionado?

Para responder a essa pergunta, é preciso considerar vários aspectos sobre o tipo de ambiente, a iluminação e a ventilação do local, a possibilidade ou não de mexer com a estrutura das paredes, a necessidade ou não de mobilidade, a quantidade de pessoas no cômodo e o gasto energético.

Por exemplo, o modelo split é, hoje em dia, um dos mais visados, porque consegue ter um excelente custo-benefício ao oferecer mais potência gastando menos energia — quando comparado ao de janela. Contudo, ele exige mudanças estruturais na sua instalação, além de ser o tipo mais caro de ar no mercado.

O ar de janela, por sua vez, é uma opção bastante atrativa para quem não tem espaço externo para a caixa condensadora. É considerado o modelo mais antigo e tende a gastar mais energia, além de ser o que mais emite gases nocivos ao meio ambiente.

Já quem não pode (ou não quer) mexer na estrutura no imóvel ou deseja fazer um investimento menor pode ficar bastante satisfeito com o modelo portátil. Dentre os aspectos negativos, porém, estão a menor potência energética e a necessidade de se esvaziar o reservatório de água de tempos em tempos.

Atente-se ao tamanho do ambiente

A quantidade de BTUs (British Thermal Unit ou Unidade Térmica Britânica, em tradução livre) diz respeito à potência do ar-condicionado. Nesse sentido, é preciso considerar o tamanho do cômodo: quanto maior o espaço, maior terá de ser a potência do aparelho.

O cálculo médio é de 600 BTUs por m² quando se tem uma baixa incidência solar e 800 BTUs por m² quando se tem uma alta luminosidade. É preciso considerar, ainda, a presença de aparelhos que irradiam calor, como fogão, geladeira e TV, e de pessoas no cômodo — quanto maior o número, maior deve ser a potência.

Instalação apenas com profissional

A instalação de um ar-condicionado, seja ele de janela ou split, só pode ser feita com um profissional especializado. Isso inclui a colocação do aparelho no local mais adequado, bem como os testes para testar o funcionamento do ar.

Outro detalhe importante é que esses aparelhos exigem uma voltagem maior, de 220V, sendo necessária a adequação da sua rede, caso ela seja inferior.

Faça manutenções periódicas

A manutenção periódica do ar-condicionado faz com que o aparelho tenha um maior desempenho e uma vida útil muito maior. Siga as instruções do manual quanto à periodicidade e deixe o serviço nas mãos de um especialista.

Portal de notícias atualizado diariamente para você. Nossa curadoria de conteúdo é pensada exclusivamente para informar e entreter nossos leitores diários. Tenha a certeza de que em nosso portal de conteúdo, você terá sempre a melhor fonte de informação a sua disposição

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

catorze − nove =