Segmentação de mercado no meio digital

Em um mercado extremamente competitivo, a segmentação de mercado e a automação de marketing tornam-se grandes aliadas de quem deseja aumentar as vendas e ganhar visibilidade junto aos consumidores.

Hoje em dia, é fundamental para qualquer empreendedor disponibilizar produtos e serviços que vão ao encontro das necessidades mais específicas das pessoas.

Ao contrário das ideias de antigamente, que versavam sobre a produção em massa, hoje em dia a segmentação é baseada na especificidade.

Quando você sabe quem são seus consumidores, você pode produzir itens mais específicos, levando a vendas de mais qualidade.

Continue a leitura para saber mais sobre a segmentação, incluindo os tipos que existem e mais.

O que é segmentação no marketing digital?

A segmentação de marketing é o ato de separar o mercado geral dos clientes potenciais de acordo com características específicas.

O resultado será um grupo de pessoas com uma ou mais características comuns que provavelmente responderão positivamente às campanhas de marketing sobre cirurgia de catarata preço.

Uma das principais vantagens, principalmente no marketing digital, é poder estabelecer um perfil do consumidor do produto ou serviço – ou seja, criar uma persona da empresa.

Conhecendo as principais características, necessidades, gostos e preferências do seu público, você pode construir um mix de marketing personalizado para cada segmento de clientes em potencial.

Ao implementar a segmentação de marketing, você também pode trabalhar com mais foco e precisão para aumentar as taxas de conversão de suas campanhas.

Afinal, se as campanhas de marketing atingem o ponto de dor do cliente ao oferecer uma solução consistente em todas as etapas de vendas, com comunicação clara, então essa métrica aumenta as chances de converter leads.

Conheça os tipos de segmentação de mercado

Você acabou de conhecer a ideia geral da segmentação, mas existem tipos diferentes para diferentes objetivos.

Nos tópicos abaixo, trazemos as seguintes segmentações:

  • Geográfica;
  • Demográfica;
  • Comportamental;
  • Psicográfica.

Entenda como cada uma pode auxiliar decisivamente os planos de marketing das empresas de segurança patrimonial, entre várias outras áreas possíveis.

Segmentação geográfica

Como o nome sugere, a segmentação geográfica de marketing agrupa as pessoas com base na localização delas.

Por exemplo, a região do país em que vive, a sua terra natal e até a vizinhança, no caso particular da publicidade online.

Essa divisão é importante para entender as necessidades do seu público e como um produto/serviço pode satisfazê-los.

Isso é necessário porque dependendo de onde as pessoas moram, os motivos de compra são diferentes. Portanto, uma estratégia de vendas específica deve ser feita para cada categoria.

Segmentação demográfica

Este é o tipo mais comum de segmentação de marketing. Separar um grupo com base na demografia inclui a análise do estado civil, renda, idade, tamanho da família, religião, ocupação, nacionalidade…

Da indústria de filtros a vácuo, ao setor automobilístico, vestuário e produtos de beleza, é fundamental estabelecer esse perfil com base em análises demográficas.

O comportamento de consumo dos indivíduos é amplamente influenciado por essas características, e ainda serve de ferramenta para pensar em estratégias altamente personalizadas.

Segmentação comportamental

O comportamento de uma pessoa em relação ao consumo de bens e serviços leva em consideração gostos pessoais, escolhas anteriores de itens semelhantes e preferências em geral.

Na segmentação comportamental, o uso e o conhecimento sobre o produto são informações importantes.

Se os clientes conhecem e entendem o potencial da conexão remota, isso influencia muito na decisão de compra.

Dessa forma, as estratégias de marketing terão direcionamentos precisos com base nesses critérios.

O público-alvo pode ser dividido em:

  • Quem conhece o produto/serviço;
  • Quem ainda não conhece o produto/serviço;
  • Ex-clientes;
  • Potenciais clientes;
  • Clientes atuais;
  • Novos clientes.

Outra maneira de segmentar os clientes que já estão em sua lista é seguir critérios mais claros como clientes fiéis, clientes neutros e defensores da marca.

Para cada um, a linguagem dos anúncios deve ter um tom diferente e apelos coerentes com a posição do cliente.

Segmentação psicográfica

O tipo final de segmentação de marketing é a psicográfica. Ela analisa atitudes, estilos de vida e personalidades.

Estas são características subjetivas, mas ainda identificáveis. Muitas pessoas compartilham hábitos, atitudes e temperamentos comuns que compõem seu modo de vida.

Conhecendo essas características do público-alvo, as ações de marketing serão mais bem elaboradas e terão elementos de persuasão para atingir as metas de vendas.

Por exemplo, se você atende o mercado de elevadores de cargas, resistência, qualidade e depoimentos de clientes farão toda a diferença para as pessoas.

Se seus clientes valorizam soluções econômicas, é importante apresentar argumentos de vendas convincentes, porque a qualidade também faz a diferença.

Saiba quando usar as segmentações de mercado

É provável que, depois de entender como esse método funciona, você tenha se perguntado qual é o melhor momento para usá-lo.

Claro que cada caso é um caso. No entanto, existem situações-chave que requerem atenção especial. Veja quais são as principais.

Rebranding

Este é uma forma de guiar suas ações para aumentar as chances das cortinas blackout serem reconhecidas pelo público.

Ao segmentá-lo, você divide os grupos de acordo com seus objetivos, pontos problemáticos e necessidades.

Com base nos resultados, você descobre o que precisa fazer para aumentar sua competitividade.

Pode ser criar um aplicativo, melhorar um produto antigo ou até mesmo tirá-lo do mercado, se for necessário. Tudo isso será visto como segmentação no marketing digital.

Aprimorar o atendimento

Podem haver muitos públicos para o seu negócio, e as vendas devem ser direcionadas de forma adequada para todos os grupos.

Para equilibrar as estratégias, é melhor identificá-las e reconhecê-las por meio de formulários específicos.

A ideia é conhecer as principais sugestões e reclamações para melhorar o atendimento e o relacionamento com os clientes interessados em gerador silenciado.

Lembre-se de que essa é uma forma de se conectar com seu público-alvo e mostrar que você se importa com as reações dele.

Como criar uma segmentação precisa?

Como de praxe no marketing digital, a segmentação demanda planejamento e cautela. Veja os pontos principais a respeito disso.

Conheça seu público

O primeiro passo para realizar uma boa segmentação de mercado é conhecer exatamente o seu público, quanto vale o seu produto para ele e como ele interage com sua marca.

É importante investir em coleta de dados de vendas, satisfação e pesquisa sobre o mercado. Assim, com precisão, é viável identificar as características básicas do segmento.

Tenha CRM

Uma ferramenta que facilita e otimiza os processos de segmentação de mercado é o CRM (gerenciamento de relacionamento com o cliente), usado para gerenciar dados de todos os consumidores de um negócio.

A aplicação de CRM cria as condições adequadas não apenas para o processo de segmentação, mas também para a relação com o cliente e com a definição de estratégia de negócios.

Personalize suas ações

Não é útil segmentar o mercado e tratar todos os grupos da mesma maneira. O segmento deve ser usado como base para personalizar as ações da comercialização de câmara fria.

Exemplo: se o consumidor do norte consome muitos produtos A e no sudeste B, a comunicação com o norte deve ser direcionada para produtos A.

Faça atualizações constantes

O mercado muda constantemente, então permaneça atualizado em relação a ele. Revisar as segmentações usadas ​​no negócio é essencial nesse sentido.

Para esse processo teste se os segmentos continuam apropriados, se há alterações que podem otimizar os resultados ou se é necessário criar segmentos para melhorar os resultados da empresa.

Por que segmentar?

Quando você pode separar e distinguir o perfil de consumidor que o empreendimento quer alcançar, o processo se torna mais simples e direto.

Isso ajuda os clientes a se sentirem respeitados e valorizados, já que ficam mais próximos da marca porque enxergarão com outros olhos.

Conhecendo-o bem, você definitivamente apoiará, acompanhará e abrirá portas para um relacionamento de longo prazo.

Quando os clientes veem que a empresa está interessada em cuidar de seu problema, além de sentir prestígio, ficarão satisfeitos e estarão sempre prontos para escolher seu serviço.

Ao mesmo tempo, concentrando-se em oferecer seus serviços e/ou produtos, você também pode ver o desempenho de seus concorrentes – quais são os pontos fortes, pontos fracos e lacunas.

Então, se seu negócio mostrar um desempenho melhor, isso te torna uma referência na área.

Também é importante observar a posição dos seus concorrentes no mercado e analisar o consumidor. Nesse contexto, o mais importante é identificar qual é o diferencial que faz o cliente escolher você.

Esses são os pontos principais da segmentação de mercado, os tipos, motivos e contextos em que ela deve ser usada para proporcionar um melhor desenvolvimento e atuação para a marca.Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Business Connection, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Portal de notícias atualizado diariamente para você. Nossa curadoria de conteúdo é pensada exclusivamente para informar e entreter nossos leitores diários. Tenha a certeza de que em nosso portal de conteúdo, você terá sempre a melhor fonte de informação a sua disposição

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

doze + 5 =