Como montar uma loja virtual grátis? GUIA PRÁTICO com 7 opções de plataformas

Ter o seu próprio negócio online é sonho de muita gente, no entanto para concretizá-lo é preciso um investimento que nem sempre é possível. Por isso, para te ajudar, listamos os caminhos de como montar uma loja virtual grátis. Gostou? Então continue lendo e tire suas dúvidas.

Como montar uma loja virtual grátis? 7 plataformas possíveis

A seguir, organizamos uma lista com 7 plataformas para montar uma loja virtual grátis, confira:

  1. Wix
  2. WooCommerce
  3. Mercado Shops
  4. Shopee
  5. Go Daddy
  6. Loja Integrada
  7. Webstarts

1. Wix

Uma das referências quando o assunto é criação de site, o Wix é bem simples de usar mesmo para quem tem pouco conhecimento.

A plataforma oferece mais de 500 templates prontos para você criar seus site, tudo de maneira bem intuitiva.

No caso da loja virtual a criação é 100% gratuita, você consegue colocar o site no ar e cadastrar seus produtos, mas para habilitar as vendas é preciso assinar um dos planos, os preços variam de R$29 a 69 por mês.

Além de não cobrar comissão pelas vendas, o Wix ainda possui um gateway de pagamento próprio chamado Wix pagamentos. Ele é integrável a outras opções famosas como Mercado Pago e PagSeguro, por exemplo.

2. WooCommerce

A dobradinha WordPress e WooCommerce é uma opção para quem não quer pagar mensalidade para ter uma loja virtual.

Se você já tem o site institucional da sua empresa, vale a pena instalar o plugin para habilitar as vendas.

O sistema oferece recursos como:

  • layouts profissionais, 
  • várias extensões,
  • meios de pagamento,
  • código aberto.

Tudo isso possibilita total personalização de funções, mas que por outro lado irá exigir um conhecimento de programação e diversas configurações mais complexas.

3. Mercado Shops

Plataforma do Mercado Livre, a Mercado Shops possibilita a você montar uma loja virtual grátis e com domínio próprio.

Entre os recursos mais interessantes estão:

  • as integrações de marketing com Facebook e Google Ads, 
  • a criação de promoções, 
  • emissão de notas fiscais
  • ferramentas de e-mail marketing entre outros.

A plataforma não apresenta custos, permite que você:

  • use o Mercado Envios como solução de frete, 
  • adote o Mercado Pago para pagamentos,
  • anuncie seus produtos no Mercado Livre. 

O ponto fraco é que as lojas têm o design padrão de todas as lojas.

4. Shopee

Talvez você esteja confuso, afinal a Shopee é um marketplace, certo? Sim, não é possível criar um site próprio, mas você consegue criar sua própria loja dentro da plataforma, anunciar e vender seus produtos pagando uma taxa por produto vendido.

Além de receber milhares de visitantes todos os dias, a Shopee tem boas opções de métodos de pagamento e frete

Quanto às taxas, são cobradas 12% em cada produto vendido e mais 6% se você oferecer frete grátis.

5. Go Daddy

Outra plataforma especializada na criação de sites, a Go Daddy possui recursos que permitem que você adicione produtos, fotos, valores e descrições e coloque à venda seus produtos facilmente.

A Go Daddy ainda possui ferramentas para estratégias de marketing como um criador de templates de e-mail marketing.

Além disso, ainda oferece funcionalidades como:

  • emissão de certificado SSL, 
  • oferece serviço de entregas integrado ao sistema dos correios,
  • aceita pagamentos via PayPal, Apple Pay entre outros.

A criação do site é totalmente gratuita, mas assim como no Wix, será necessário a contratação de um plano para habilitar as vendas no seu site. O plano mais em conta sai por R$49,90 por mês.

6. Loja Integrada

Com uma versão gratuita que oferece uma boa variedade de recursos, a Loja Integrada é uma ótima pedida para quem quer começar uma loja de maneira gratuita, fazer algumas vendas e depois migrar para uma plano mais completo.

A versão grátis permite que você ofereça:

  • checkout transparente ao seu cliente, 
  • certificado de segurança (SSL), 
  • suporte via chat, 
  • gerar cupons de desconto, 
  • além de alguns recursos de marketing.

Os pontos fracos ficam para a limitação para integrações de formas de pagamento e frete, além de não oferecer templates gratuitos, limitação de apenas 50 produtos e somente 5 mil visitas mensais.

7. Webstarts

Se você busca opções gratuitas de personalização de sua loja virtual, o Webstars pode ser uma boa escolha. 

A plataforma tem uma facilidade para criação do site, bem no esquema “arrastar e soltar” que é bem intuitivo de se usar.

A sua loja terá na versão grátis 1GB de armazenamento, um centro de notificações e um recurso de chat para atendimento em tempo real. 

Em contrapartida, todo site é em inglês, não existe otimização para versão mobile, não é possível personalizar o domínio, não permite otimização para SEO, além de ter anúncios em todas as suas páginas. 

Montar uma loja virtual grátis vale a pena?

Agora que você já sabe como montar uma loja virtual grátis, é preciso ponderar os desafios e limitações que este tipo de negócio pode trazer. Vamos lá, no geral, versões gratuitas costumam ter alguns problemas maiores:

  • recursos limitados;
  • período grátis por tempo limitado;
  • URL personalizada indisponível;
  • cobrança de percentual alto por venda.

Essas limitações mostram que, apesar de gratuita, montar uma loja virtual grátis pode não ser exatamente grátis de fato, afinal a cobrança pode vir em cima de uma venda, o que limita bastante sua margem de lucro.

Por isso, o mais indicado é que você utilize essa loja gratuita por um tempo curto e logo parta para um plano de e-commerce, vender na internet com taxas altas, links poluídos, recursos de venda limitados pode ser um entrave para o seu crescimento.

E aí, já sabe em qual plataforma você vai montar sua loja virtual grátis? Faça sua escolha e dê o primeiro passo rumo ao sucesso!
Este artigo foi escrito pela Apps Ecommerce, desenvolvedora de aplicativos para Shopify como Parcelamento Installments, Boleto Recovery e Shoplinks.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

dezenove − 6 =