Como criar uma loja virtual? Veja as possibilidades para começar seu negócio online

Trazer um negócio físico já consolidado para a internet ou criar uma loja virtual do zero tem seus desafios, mas também suas oportunidades. Se você quer seguir esse caminho, chegou ao lugar certo. A seguir, organizamos dicas de como criar uma loja virtual e apresentamos os principais caminhos que você pode seguir. Confira!

Quais os principais caminhos quando se fala em vendas online?

Antes de falarmos como criar uma loja virtual de fato é importante que você conheça quais os caminhos possíveis para isso.

E-commerce tradicional

Caminho mais comum para quem busca como criar uma loja virtual, o e-commerce funciona como uma loja convencional, só que online. 

Você fabrica ou revende produtos que mantém em estoque, anuncia e envia para o seu cliente.

O processo envolve um site que pode estar hospedado em uma plataforma própria para e-commerce como a Shopify ou Nuvemshop, por exemplo ou através de um plugin que habilite a função de vendas como o Woocommerce, plugin do WordPress.

Venda em marketplace

Os sites de marketplace tem como proposta deixar que você venda seus produtos utilizando um e-commerce famoso como vitrine. 

A Americanas e a Amazon são exemplos de marketplaces nos quais você pode divulgar e vender seus produtos. Ambas possuem muitas visitas e é isso que chama atenção de empreendedores: eles querem que parte dessas visitas comprem seus produtos.

Funciona assim, você faz um cadastro em um desses e-commerces famosos que oferecem marketplace, cadastra seus produtos e pode vender por lá utilizando os meios de pagamento e frete deles. Em contrapartida é necessário pagar um percentual de comissão sobre cada venda realizada. 

Dropshipping

Modalidade de vendas sem estoque, o dropshipping consiste em um negócio que une 3 pontas:

  • fornecedores,
  • vendedores,
  • clientes. 

Você é o vendedor e fica por conta de fazer essa ponte entre os produtos do fornecedor e o consumidor.

Será necessário criar um e-commerce, procurar fornecedores que vendem produtos que você quer vender e começar a anunciar estes produtos em seu site.

Esses produtos, entretanto, não são comprados por você nem ficam em estoque. Eles são mantidos com o fornecedor até que um cliente compre. Quando isso acontece, você paga pelos produtos que são enviados pelo distribuidor ao comprador final. 

Para que você possa compreender melhor o que é e como criar uma loja dropshipping, indicamos que assista ao vídeo abaixo. 

Como criar uma loja virtual? Passo a passo

Agora que você já sabe as opções que tem para começar a vender online, vamos fazer um passo a passo de como criar uma loja virtual com o essencial para que seu negócio seja concebido e colocado em prática.

Vale ressaltar que cada um dos tipos de loja virtual que falamos antes vão ter suas particularidades, no entanto, o passo a passo a seguir contempla um processo básico necessário para qualquer negócio.

1. Defina o nicho de vendas

O primeiro passo antes mesmo de dar um nome ou uma logo a sua marca é decidir o que você vai vender. 

Neste caso a dica é que você junte a sua experiência com uma oportunidade de mercado.

A ideia aqui é estar sempre atento para produtos que estejam em alta e ficar ligado para pescar oportunidades de identificar necessidades que os consumidores apresentam e que podem ser o seu foco.

2. Conheça bem o seu público-alvo

Depois de definir o que você vai vender, o próximo passo de como criar uma loja virtual é conhecer para quem você vai vender. 

É importante aqui você saber que essa etapa vai muito além de saber a localização, faixa etária, gêneros de seus clientes. Na criação da persona do e-commerce é necessário considerar as particularidades do público:

  • quais são suas dores, 
  • o que ele busca, 
  • do que ele gosta, 
  • quais as suas necessidades, 
  • seus comportamentos e etc. 

Foque em criar as personas do seu negócio e tome as decisões com base nelas.

3. Fique atento às questões burocráticas

O próximo passo será o de criar um CNPJ, afinal para gerir uma empresa você precisará cuidar destes trâmites legais. 

Não vale a pena ter uma loja ligada ao seu CPF, isso porque a taxação de impostos será bem mais alta.

Considere se o MEI será suficiente para você, isso porque o faturamento máximo é de R$81 mil por ano, o que pode limitar o seus ganhos. 

Você pode escolher entre as opções do Simples Nacional:

  • Empresário Individual (EI);
  • Eireli;
  • Limitada (LTDA).

4. Escolha a plataforma ideal para criar sua loja virtual

Depois de tratar de trâmites burocráticos e legalizar sua empresa, é a hora de escolher uma plataforma para criar o seu e-commerce, que permita a criação do negócio sem a ajuda de um programador.

Por isso, vale a pena apostar em uma plataforma que oferece apps que possam te ajudar na gestão do seu negócio, neste contexto vale a pena conhecer a Shopify e a Nuvemshop. 

5. Defina as formas de pagamento oferecidas

Com o site criado, é a hora de escolher as formas de pagamento, um processo simples, mas fundamental. 

Se você escolheu uma plataforma própria para e-commerce, não terá dificuldade de integrar os gateways de pagamento pela loja de apps.

A dica aqui é sempre optar por opções confiáveis de checkout, como o PagSeguro ou Mercado Pago, para que seu cliente não tenha receio de informar seus dados e você garante que vai manter os dados deles em segurança.

6. Cadastre seus produtos corretamente

Por fim, após estruturar seu site e definir formas de pagamento e frete, agora é a hora de adicionar os produtos à sua loja. 

Este ponto parece simples, mas não é, você deve se atentar ao seguintes pontos:

  • utilizar fotos reais e de qualidade dos produtos;
  • fazer a descrição de maneira correta e atrativa;
  • usar técnicas de SEO nos textos para ranquear melhor as páginas;
  • criar uma ficha técnica completa para cada produto;
  • habilitar um campo de comentários para os clientes.

Em resumo, as etapas de como criar uma loja virtual são:

1. Defina o nicho de vendas

2. Conheça bem o seu público-alvo

3. Fique atento às questões burocráticas

4. Escolha a plataforma ideal para criar sua loja virtual

5. Defina as formas de pagamento oferecidas

6. Cadastre seus produtos corretamente

Com esses checklist você está pronto para começar. Boa sorte!
Este artigo foi escrito pela Apps Ecommerce, desenvolvedora de aplicativos para Shopify como Parcelamento Installments, Boleto Recovery e Shoplinks.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

3 × cinco =