Chatbots e marketing conversacional: como funciona na prática

Imagine que você tem como produto carro-chefe da sua empresa uma bomba de vácuo, cujo público que busca é mais corporativo, ou seja, outras empresas. Na estratégias de marketing são construídos conteúdos interessantes em diversas plataformas digitais, o cliente engaja,curtindo, seguindo e comentando as postagens, mas não conclui a compra.

Esse é um exemplo claro da importância de unir a tecnologia dos chatbots com o marketing conversacional, pois juntos eles aumentam as possibilidade de conversão, pois atuam elevando a qualidade do atendimento e da experiência do cliente. As estratégias valem para:

  • Sites;
  • E-commerces;
  • Lojas virtuais.

Mas como funciona na prática a combinação de chatbots e marketing conversacional. Entenda isso e muito mais! Continue a leitura.

O que são chatbots e marketing conversacional?

O chatbot é um programa de atendimento ao cliente, cuja tecnologia aplicada é a Inteligência Artificial (IA). Um dos grandes diferenciais da solução é que o atendimento, além de automatizado, é humanizado, pois os diálogos são semelhantes com a linguagem humana. 

Isso melhora a experiência do cliente, que ao tirar uma dúvida sobre um específico produto disponível no site,  como uma batedeira industrial, se sente mais confortável com um processo de atendimento rápido e objetivo.

E o que é marketing conversacional? É um conceito que foca na qualidade da comunicação com o consumidor. O intuito é fazer com que os diálogos possam gerar um relacionamento mais estreito por meio da personalização das mensagens. É, portanto, também uma estratégia de melhorar a experiência do consumidor.

Como chatbots e marketing conversacional se relacionam e como funcionam na prática?

Tanto os chatbots quanto o marketing conversacional têm o objetivo de melhorar a comunicação com cliente e ajudar na jornada de compra, ou seja, acelerar a tomada de decisão.

Eles se relacionam porque focam na personalização do atendimento, quando associados melhoram e muito o relacionamento com o consumidor. 

Na prática, o funcionamento se dá na construção de diálogos customizado, simples e objetivo, premissa do marketing conversacional,  que são aplicados nos chatbots em diferentes situações de atendimento, como:

  • Resolução de problemas;
  • Esclarecimento de dúvidas;
  • Boas-vindas.

4 benefícios das conciliação dos métodos

  • Ajuda a melhorar serviços e produtos: os chatbots combinados com a estratégia de marketing conversacional auxiliam a obter informações importantes dos clientes que deixam o feedbacks sobre a experiência, o que permite identificar falhas e assim aperfeiçoar o produto ou serviço;
  • É altamente estratégico para o B2B:  o público consumidor B2B está cada vez mais optando pelo digital, portanto, empresas que lidam com serviços de manutenção industrial ou com a venda de equipamentos, com um exaustor centrífugo, ao adotar as soluções vão ao encontro das expectativas dos seus clientes.
  • Reduz custos: com o uso de chatbots, as empresas diminuem gastos, pois evita a contração de profissionais de atendimento. Além disso, também gera economia para o marketing, que reduz os esforços na atração de leads, os potenciais clientes.
  • Ampliação rápida do atendimento: a aplicação da tecnologia promove um aumento ágil da capacidade de atendimento e o marketing conversacional garante a personalização das conversas.

Esse foi nosso artigo sobre chatbots e marketing convencional que como viu são soluções que podem gerar excelentes resultados. Se gostou compartilhe nas suas redes sociais e nos siga para mais conteúdos sobre marketing e tecnologia.

Este artigo foi escrito pela equipe do Soluções Industriais.

Portal de notícias atualizado diariamente para você. Nossa curadoria de conteúdo é pensada exclusivamente para informar e entreter nossos leitores diários. Tenha a certeza de que em nosso portal de conteúdo, você terá sempre a melhor fonte de informação a sua disposição

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

quinze − 8 =