Candidatas a unicórnio 2022

Você adora ficar por dentro do mundo das startups? Veja a lista de algumas que podem se tornar unicórnio neste ano!

A chegada das startups no mundo dos negócios trouxe novas maneiras de organizar a produção. Aquelas consideradas unicórnio possuem uma avaliação de preço de mercado no valor de mais de U$S 1 bilhão. Alguns exemplos de empresas brasileiras unicórnios são a 99, o Nubank e a TFG.

Em 2021, o mercado de venture capital no Brasil apresentou investimentos que alcançaram US$ 10 bilhões, e nada menos do que nove companhias passaram a ser consideradas unicórnios. 

Para o ano de 2022, a expectativa é que novas empresas adquiram esse status principalmente nos ramos de fintech, edtech e healthtech — incluindo o mercado veterinário, como é o caso da Petlove. Veja algumas empresas que são fortes candidatas a se tornarem unicórnio neste ano!

Descomplica

Essa startup é da área de educação e oferece cursos preparatórios para provas, como as de concursos públicos, Enem e outros vestibulares. Em fevereiro de 2021, a startup somou mais de US$ 130 milhões captados. 

A empresa foi criada em 2011 e, em 2020, começou a oferecer cursos de pós-graduação. Em 2021, ela já tinha mais de 5 milhões de usuários por mês. A startup busca desenvolver os conteúdos em linguagem acessível e descontraída — uma forma de ajudar os estudantes a lidar com a tensão que costuma envolver as provas.

Petlove 

Essa empresa começou em 1999 e foi a primeira da sua área a investir em um modelo totalmente digital e no estilo startup, incentivando ações inovadoras para agradar clientes humanos e pets. A pandemia motivou o crescimento de 13,5% do setor de pets em 2020, em comparação a 2019, segundo o Instituto Pet Brasil.

O grupo, hoje chamado de Petlove&Co, se desenvolve para se consolidar como o maior ecossistema pet do país, atendendo desde os tutores dos pets até clínicas veterinárias e pet shops de bairro. Além de produtos de cuidado animal, a Petlove abriga em sua plataforma serviços veterinários, hospedagem e até plano de saúde para os bichinhos.

Em agosto de 2021, ela recebeu R$ 750 milhões em uma injeção de recursos feita pela parceria entre a Riverwood Capital, a Monashees e o Softbank Latin America. No fim de 2021, essa startup também foi eleita pela revista Exame a startup do ano no Brasil e encerrou o ano com um faturamento de R$ 800 milhões, com projeções de alcançar a cifra de R$ 1,1 bilhão em 2022.

Cora

Esse banco digital é outra grande promessa para se tornar unicórnio neste ano. Com a proposta de ser um banco para pequenos e médios negócios, a Cora conseguiu dois investimentos importantes (Série A e Série B) em apenas cinco meses. O último deles foi em agosto de 2021, no valor de US$ 116 milhões (ou R$ 630 milhões, na época).

Esse investimento foi destinado a atingir alguns objetivos e frentes do negócio, como a concessão de crédito na plataforma da Cora, a inclusão de novos meios de pagamento, opções de investimentos de curto prazo para gestão de caixa, APIs para empresas adotarem softwares de gestão, crédito para capital de giro e até um piloto de cartão de crédito que a empresa está desenvolvendo. No fim de 2021, a empresa anunciou que pretendia disponibilizar R$ 250 milhões em créditos para 70 mil pequenas e médias empresas (PMEs).

O foco da Cora é em um mercado interessante no Brasil, onde existem mais de 17 milhões de pequenos negócios, responsáveis por cerca de 30% do PIB brasileiro, segundo o Sebrae. Apesar de sua importância, muitas vezes, esse setor fica relegado a um segundo plano e pode ter dificuldades para obter créditos e serviços financeiros com preços interessantes, e a proposta da Cora é apoiar esses negócios.

Portal de notícias atualizado diariamente para você. Nossa curadoria de conteúdo é pensada exclusivamente para informar e entreter nossos leitores diários. Tenha a certeza de que em nosso portal de conteúdo, você terá sempre a melhor fonte de informação a sua disposição

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

12 + dezessete =