3 tipos de aparelhos odontológicos

Ter um sorriso perfeito é o sonho de muita gente. Porém, são vários os caminhos para chegar nesse objetivo, assim como é grande a variedade de aparelhos odontológicos que fazem parte desta jornada. Então, nesse texto, serão abordados os principais.

Fazer o uso desse aparelho, não serve só para deixar o seu sorriso mais atraente, já que a estética também é um grande benefício. 

Porém, serve como algo secundário em todos os tratamentos ortodônticos, já que por trás do aparelho, existem uma série de benefícios que podem evitar diversas doenças. 

O tratamento ortodôntico irá prevenir intervenções futuras. Isso porque, ao fazer uma avaliação precoce, desde cedo ao ortodontista, será possível evitar uma série de complicações que vão desde dentes tortos até problemas graves de respiração ou nos ossos. 

Portanto, a prevenção é sempre o melhor caminho. Não espere um problema dessa gravidade para realizar o tratamento. 

A função do tratamento ortodôntico, como foi dito, vai além da estética e tem como objetivo principal melhorar a saúde do usuário como um todo. 

Além de trazer um perfeito alinhamento dos dentes, melhorar a aparência e facilitar a mastigação e a higiene bucal. Com isso, consequentemente, diminui a incidência de cáries e doenças na gengiva.

Em quais casos o aparelho odontológico é indicado?

A primeira pergunta que muitas pessoas fazem ao entrar no consultório é “Doutora, eu preciso usar aparelho?!”

Porém, muitas vezes, a resposta não é assim tão fácil quanto aparenta, já que o aparelho possui diversas indicações e é fundamental que o paciente faça uma radiografia odontológica preço.

Dessa forma, a indicação do aparelho ortodôntico pode ser feita em diversas situações, como por exemplo:

  • Estética;
  • Má oclusão (mordida incorreta);
  • Nascimento ou extração dos sisos;
  • Dificuldade de higienização;
  • Dores nas articulações.

Vale ressaltar que o nascimento do dente de juízo ou o exato momento em que o paciente realiza uma cirurgia para tirar o siso, pode ser um indício para o uso do aparelho. 

Isso porque, quando ele nasce, ele pode empurrar os dentes, fazendo com que eles fiquem tortos, ou no momento da extração, os outros podem querer ocupar esse espaço. 

Para fazer o tratamento do aparelho, o paciente deve ir no consultório, passar por uma avaliação e o clínico irá encaminhá-lo para o ortodontista. 

Então, ele irá passar os exames que serão necessários para o paciente fazer, e a partir disso, será indicado o tratamento mais adequado com o aparelho de dente.

Para que serve o aparelho ortodôntico?

Com o uso do aparelho ortodôntico, ele irá realizar a movimentação dos dentes, fazendo com que eles fiquem alinhados. 

Com isso, é possível evitar qualquer tipo de problema, como por exemplo, pessoas que sofrem com a mordida errada, o aparelho então irá alinhar, podendo oferecer até mesmo uma simetria no rosto.

Os dentes desalinhados, também poderão causar uma dificuldade para o paciente fazer a sua higienização, já que com eles, a escova não consegue alcançar certas extremidades do elemento dentário. 

Portanto, isso causa um acúmulo de placa bacteriana, o que pode desenvolver alguma doença na gengiva ou até mesmo nas cáries. 

Então, o aparelho ortodôntico irá ajudar nessas situações. Portanto, é importante o paciente também ter visitas periódicas à clínica de dentista, e manter sempre a sua higienização bucal em dia.

Quais são os principais tipos de aparelho ortodôntico?

O aparelho fixo metálico, também conhecido como convencional, é formado por peças ortodônticas coladas nos dentes chamadas de bráquetes.  

Esse tipo de aparelho pode possuir bandas ou anéis nos dentes de trás e necessita das famosas borrachinhas para prender os arcos ortodônticos aos bráquetes, permitindo a movimentação do elemento dentário.

Existe também o aparelho fixo autoligado. A diferença entre esse e o fixo, é que o bráquete possui uma tampa ou trava que abre e fecha e prende os fios ou arcos ortodônticos. 

Por isso, não necessitam de amarrações elásticas ou metálicas, para realizar a movimentação dos dentes. Porém, assim como o aparelho convencional, o autoligado também não possibilita um tratamento discreto e dificulta um pouco na higienização.

Existem os alinhadores invisíveis, eles representam o que há de mais moderno no tratamento ortodôntico. 

Esse sistema faz uso de alinhadores praticamente transparentes que devem ser usados pelos pacientes em média 20 horas por dia e trocados a cada duas semanas aproximadamente.

São esses alinhadores que movimentam os dentes gradualmente até a posição desejada e toda a preparação é feita através do planejamento virtual 3D. Nessa montagem, o ortodontista avalia com antecedência todo o caso. 

No geral, o importante é que o paciente faça uma boa busca sobre o aparelho ortodôntico transparente preço.

Conteúdo originalmente desenvolvido pela equipe do blog Markplan, site voltado 

para a veiculação de conteúdos relevantes sobre estratégias de negócios, pensados para abranger informações e novidades relacionadas aos maiores segmentos empresariais.

Portal de notícias atualizado diariamente para você. Nossa curadoria de conteúdo é pensada exclusivamente para informar e entreter nossos leitores diários. Tenha a certeza de que em nosso portal de conteúdo, você terá sempre a melhor fonte de informação a sua disposição

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 × um =